Capacite e envolva seus colaboradores com a LPP Digital

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Para que uma empresa obtenha excelência não basta executar as tarefas da forma correta. Pensar preventivamente e propor melhorias deve fazer parte da rotina de todas as pessoas da operação. Neste contexto, surge a lição ponto a ponto (LPP) ou lição de um ponto (LUP). Através desta técnica simples de micro aprendizagem, o conhecimento das operações é transmitido entre os colaboradores. 

A forma tradicional de elaborar LPPs, construídas a partir das metodologias do TPM (Manutenção Produtiva Total) desenvolvidas a partir da década de 1950, é baseada na transmissão oral do conteúdo criado por uma pessoa para o seu grupo próximo com o apoio de um instrumento que permite visualizar este conteúdo. Esta forma de disseminação de conhecimento é muito eficaz, porém limitada. E se fosse possível disseminar este conteúdo para toda uma organização espalhada em várias unidades produtivas através de meios digitais? É sobre isto que trata este artigo. 

O que é uma LPP?

A Lição Ponto a Ponto (LPP), também conhecida como Lição de Um Ponto (LUP) é um método de comunicação por desenhos e imagens. Seu uso previsto no TPM busca envolver os colaboradores em pontos específicos de manutenção e operação dos equipamentos utilizados facilitando o entendimento de um determinado assunto. É uma excelente forma de micro aprendizagem e treinamento operacional.

Fonte: XDOCs (https://xdocs.com.br/doc/8-educacao-e-treinamento-08p2xw23vqnv) e treinamento LUP Lição de Um Ponto (https://pt.slideshare.net/mfgabreu/treinamento-licao-de-um-ponto-destilaria-sta-helena-ms-2009)

Como você pode observar na imagem acima, a Lição de Um Ponto tradicional consiste na aplicação de um formulário que facilita a transferência de informações entre os operadores por meio de desenhos e descrições. De forma alternativa, em alguns casos, pode-se utilizar também imagens fotográficas.

Todas as informações devem ser transmitidas de maneira simples, contendo 80% de imagens ou desenhos e apenas 20% sendo descrições ou textos, pois garante uma compreensão mais rápida e promissora.

Quais os tipos de Lição Ponto a Ponto (LPP)?

Conceitualmente nas operações, existem três diferentes padrões de conteúdo que podem ser disseminados a partir desta metodologia: 

  1. Conhecimento Básico

Trata-se daqueles conhecimentos mais gerais e tem por objetivo proporcionar que as atividades sejam executadas de maneira assertiva.

Essa categoria serve quando as informações que precisam ser passadas são pontuais, sendo técnicas ou operacionais como, por exemplo, o funcionamento de um componente ou de um equipamento.

  1. Problema

Como o próprio nome já diz, essa categoria se refere a situações específicas, ou seja, eventos de irregularidades. Aqui, as LPPs servem para evitar e prevenir que ocorram erros, defeitos, falhas ou até mesmo incidentes.

Utiliza-se esboços ou imagens apresentando a maneira certa e a errada de executar uma determinada atividade. Permite descrever os problemas e orientar os operadores a como evitá-los de maneira clara e visual.

  1. Melhoria

As LPPs também podem ser aplicadas para difundir melhorias. 

Geralmente essa aplicação é comparada entre o antes e o depois para facilitar que o colaborador consiga perceber as melhorias e se sinta apto para replicar esse conhecimento a suas atividades.

As limitações da LPP tradicional em papel

A implementação de LPPs como instrumento de aprendizagem no ambiente fabril, como apresentamos, possui uma série de vantagens. Porém, a sua implementação em organizações também apresenta algumas dificuldades. Dentre elas podemos destacar:

  1. LPP repetidas

Na metodologia tradicional as LPPs são elaboradas localmente. Duas linhas de produção podem estar elaborando um mesmo conteúdo.

  1. Demora na aprovação

Por ser um processo manual baseado geralmente em desenhos, o processo de elaboração e interpretação é lento levando a demoras na aprovação.

  1. Dificuldade de controlar o que foi treinado

Os treinamentos são feitos presencialmente e é preenchida manualmente uma lista de presença.

  1. Dificuldade nas consultas

Como localizar as LPPs elaboradas anteriormente? Geralmente consultas em cadernos. 

  1. Limitação de compartilhamento

Dificuldade de compartilhar os conhecimentos entre as unidades da empresa.

A lição ponto a ponto digital

Para resolver estas questões, nós do Desenvolve criamos a LPP digital. Nesta técnica, os operadores utilizam dispositivos móveis (Smartphones ou Tablets) para elaborar as LPPs, estas são aprovadas digitalmente por pessoas autorizadas. Após isto concluído, os colaboradores são treinados utilizando também os mesmos dispositivos.

Uma outra vantagem desta forma de elaborar LPPs está na possibilidade de utilizar vídeos que demonstrem a situação problema ou a oportunidade de melhoria criando novas oportunidades a serem exploradas.

A opinião de quem usa a Lpp Digital

Esta metodologia inovadora já foi implementada em empresas que possuem processos consolidados de utilização da LPP convencional como ferramenta de capacitação operacional nos seus processos produtivos. Empresas como a Vitarella (Grupo M Dias) e Baterias Moura que implementaram a LPP Digital, relataram as seguintes vantagens com a implementação desta nova forma de trabalho:

  • Maior envolvimento dos colaboradores na elaboração de LPPs;
  • Redução do prazo de aprovação das LPPs criadas, de semanas para poucas horas;
  • Maior facilidade para treinar as pessoas;
  • A possibilidade de fazer revisões periódicas de conteúdo, garantindo que todas as unidades produtivas recebam sempre o conteúdo atual;
  • Um instrumento que facilita a divulgação dos trabalhos desenvolvidos, criando engajamento e que permite a implementação de técnicas de gamificação.

Para você conhecer o nosso aplicativo e entender como ele aplica essa metodologia digital na prática, clique aqui. 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com a sua rede e acompanhe nosso blog!